Atividades dos Docentes do IFSP: falta de metas nas minutas

14/08/2014 11:54

Uma das minhas principias preocupações sobre as minutas de regulamento das atividades docentes do IFSP é a falta de metas sobre os quantitativos de aulas, estabelecendo um prazo para o seu cumprimento. Ontem, tive a oportunidade de conversar rapidamente com o Diretor-Geral do Campus São Paulo e pude constatar que essa também é uma preocupação desse gestor.

Várias pessoas ligadas à comissão e à gestão do IFSP, citam que a maior qualidade das propostas de regulamento é a flexibilidade. Porém, no meu entendimento, essa “flexibilidade” é capaz de gerar insegurança para os professores e para os gestores do IFSP.

O Campus São Paulo é um caso extremo, porém ele não pode ser ignorado. Hoje o Campus São Paulo deve ter por volta de 300 professores. Já foi dito aqui na lista que, após a resolução 270, os professores passaram a ter, em média, 20 aulas.

Se realmente pensamos e queremos a indissociação ensino, pesquisa e extensão; seria necessário todo professor ter alguma atividade além de ensino. Nesse caso, os professores ficariam entre 8 e 12 horas de aulas (representando 11 a 16 aulas). Imaginado um cenário otimista para o gestor do campus São Paulo, caso os professores passem a ter a média de 16 aulas semanais, o impacto seria de 1.200 aulas que somente seria suprido pela contratação de 75 novos professores para o Campus.

As minutas citam a necessidade de os campi se adequarem ao novo regulamento no prazo de dois anos, mas cita que os professores poderão ter até 21 aulas (hoje o limite é 22 aulas). Qual então será o cenário mais provável para o Campus São Paulo: 16 aulas (+75 professores) ou 21 aulas?

Para finalizar, cito, como exemplo, o Regulamento do IFBA (Resolução 46) que foi, inclusive, um dos institutos visitados pela comissão para a elaboração das propostas. Nesse regulamento é previsto que o professor terá de 8 a 16 aulas e, em caso de excepcionalidade devidamente comprovada, o limite máximo poderá ser excedido em até 2 (duas) horas-aula, até o início do ano letivo de 2016. Ou seja, o Regulamento do IFBA estabelece um critério com um tempo determinado.

Leia mais sobre as Atividade dos Docentes do IFSP

Voltar

Blog

Divisão do IFSP: de “Polo de Inovação” a “Centro da Burocracia” – o caso de Campinas

03/04/2018 17:10
A breve história do Campus Campinas do IFSP é algo que impressiona, pois houve uma mudança brutal nos planos. Quando comecei a acompanhar as...

Divisão do IFSP: Câmara Municipal de Campinas pede para a cidade ser sede de futura reitoria

28/03/2018 12:37
No dia 26.3.2018, a Câmara Municipal de Campinas aprovou a Moção nº72/2018. Nessa moção, é pedida - ao Ministério da Educação - a instalação de uma...

Divisão do IFSP: Reitor divulga vídeo com esclarecimentos - leia a transcrição

26/03/2018 11:44
No dia 26.3.2018, foi divulgado vídeo com esclarecimentos do Reitor do IFSP sobre a possibilidade de divisão do Instituto. Leia abaixo a transcrição...

Divisão do IFSP: segundo jornal, Campinas e São José do Rio Preto serão sedes das duas novas reitorias

25/03/2018 12:01
Em matéria publicada no Jornal Correiro Popular de Campinas no dia 25.3.2018, as cidades de Campinas e de São José do Rio Preto aparecem como as...

Divisão do IFSP: ADIFESP e SINASEFE são contra. Entidades cobram posição do Reitor.

24/03/2018 11:00
Em nota publicada no site do SIND-PROIFES no dia 22.3.2018, a diretoria da ADIFESP se posiciona contra a divisão do IFSP: "A ADIFESP entende que uma...

Divisão do IFSP: diretor de Campinas já lançou a candidatura para a nova reitoria

22/03/2018 11:26
É inacreditável, mas o diretor do Campus Campinas já mobilizou sua comunidade para pedir que uma das futuras reitorias seja em seu campus. Apenas um...

Divisão do IFSP na pauta do Colégio de Dirigentes

19/03/2018 10:46
A próxima reunião do Colégio de Dirigentes (colegiado que reúne os diretores gerais dos campi e pró-reitores do IFSP) terá na pauta a “divisão do...