Greve: ataque à autonomia das Instituições Federais de Ensino, diz CNG

18/06/2014 10:12

Para o Comando Nacional de Greve (CNG), o mais agravante sobre a liminar do STJ é que os Institutos Federais de Ensino são autarquias e, portanto, gozam de autonomia suficiente para tomar decisões relativas à instituição. Este processo revela algo muito caro para as instituições: a quebra da nossa autonomia. É importante neste momento que as entidades busquem atuar conjuntamente com os representantes legais da instituição, reitores e diretores dos campi, para defender o que foi conquistado com muita luta que é a autonomia das Instituições Federais de Ensino.

O Comando Nacional de Greve (CNG) elaborou uma Carta Aberta ao Conif (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica - CONIF) sobre este ataque.

Leia a Carta do CNG ao Conif

Voltar