Expansão: Reitor trabalha em prol da expansão do IFSP

13/03/2014 22:07

Publicado no site do IFSP em 13 de março de 2014.

O reitor Eduardo Antonio Modena se reuniu nesta segunda-feira, 10 de março, com representantes de todos os setores da Reitoria para uma análise sobre a expansão do IFSP.

Atualmente com 28 campi e um núcleo avançado em funcionamento, o IFSP inaugura, nos próximos meses, o Campus Jacareí.

Também está prevista a instalação de unidades nas cidades de Ribeirão Preto, Mococa, Limeira, Paraguaçu Paulista, Rio Claro, Araras, Santo André, Presidente Prudente, São Miguel Paulista (Zona Leste de São Paulo), Pirassununga, Sorocaba e Jundiaí. O investimento do Governo Federal para o projeto de expansão no IFSP é de R$ 72 milhões.

Com o status de maior Instituto Federal do Brasil, o IFSP trabalha para aliar o crescimento à qualidade dos trabalhos oferecidos à comunidade.

Iniciada em 2005, a expansão, meta do Governo Federal em todo o país, possibilitou a contratação de servidores para atuarem nas novas escolas que seriam construídas. No entanto, o rápido crescimento da Instituição gerou deficiências estruturais. “Esta Reitoria se dispôs a apoiar a expansão, desde que esses problemas de estrutura fossem corrigidos”, destacou o professor Modena.

Estão sendo investidos pelo Governo Federal R$ 137 milhões para reestruturação do IFSP. Com objetivo de corrigir as falhas causadas pelo rápido crescimento da Instituição, o montante será investido em reformas prediais, construção de novos espaços e aquisição de equipamentos. “Cada setor deve apresentar suas dificuldades e necessidades. Tentaremos saná-las até que possamos trabalhar de forma ideal”, apontou Eduardo Antonio Modena.

Segundo o reitor, não há como negar a sobrecarga de trabalho causada pela expansão. “Contamos com a dedicação e a disposição de todos os servidores em prol de uma ideologia de levar a educação pública e de qualidade ao maior número possível de brasileiros. O que cada um de nós vai ganhar em troca do nosso esforço é uma educação democrática, peça fundamental para a mudança do nosso país”.

Para suprir a necessidade de pessoal, a Diretoria de Gestão de Pessoal realizou, em 2013, um mutirão para viabilizar o aproveitamento de filas dos concursos realizados pela Instituição. No total, 211 servidores foram nomeados e alocados nos campi e na reitoria do IFSP. No momento, dois concursos, para docentes e técnicos administrativos, estão abertos para completar o quadro de profissionais da casa.

Reitoria

Outra antiga luta do IFSP é a instalação da Reitoria em prédio próprio, já que a administração deve estar desvinculada dos campi. Segundo o reitor, o Ministério da Educação autorizou a Reitoria a adquirir um espaço para a construção de uma nova sede.

O IFSP já iniciou os trabalhos para identificar uma área adequada para instalação da Reitoria.

Voltar