Campinas: diretor do IFSP faz apresentação da nova gestão para comunidade do Campo Grande

28/06/2017 17:29

De Site do IFSP

No dia 20 de junho, o diretor-geral do Instituto Federal de São Paulo, Câmpus Campinas, professor Eberval de Oliveira Castro, reuniu-se com representantes de associações de bairro, no distrito Campo Grande, para apresentar as diretrizes da nova gestão (2017-2020) e as perspectivas das obras do novo câmpus.

O diretor estava acompanhado da diretora-adjunta de Administração, Fabiana Salim; da coordenadora do Núcleo Comum, professora Jacqueline De Blasi; do coordenador do Curso Técnico Integrado em Eletroeletrônica, professor Marcelo Garcia Bonfim e do diretor de Orçamento e Finanças da Reitoria do IFSP, José Roberto Silva.

Participaram da reunião os representantes das associações dos moradores dos bairros Satélite Íris IV (local da obra), Sul América, São Francisco e Jardim Nova Esperança, além de professores, assessores e membros da paróquia local. Essas entidades compõem uma comissão especial criada para acompanhar as obras do IFSP em Campinas, dada a importância do empreendimento para a região do Campo Grande.

Em seu pronunciamento, Eberval Castro ressaltou a importância de que sejam mantidos os contatos com os representantes das comunidades locais, visando, sobretudo, à transparência das informações sobre o andamento das obras e as expectativas para o início das atividades educacionais. Ciente da relevância do câmpus para a região, o diretor esclareceu que as obras estão em franca atividade, com previsão de concussão em período aproximado de 20 meses.

Para Cecílio Serafim dos Santos, presidente da Associação dos Moradores Satélite Íris IV, o câmpus do IFSP na região será de grande relevância, em virtude da necessidade de grandes deslocamentos para que os jovens tenham a oportunidade de frequentar escolas técnicas com o nível de qualidade do instituto federal.

“Não é só a escola, junto com ela também vem o desenvolvimento, parcerias... Para nossos jovens, representa um olhar além da fronteira. Eles podem descobrir que têm potencial e condições de superar as dificuldades. Ingressando no IFSP, nossa juventude vai ter um futuro melhor, enfrentando o mercado de trabalho em situação diferenciada e, consequentemente, a qualidade de vida virá”, reforça Cecílio.

Histórico das obras

Em 2009 foi anunciada a construção do IFSP Câmpus Campinas, na região do Campo Grande, hoje distrito, e as obras tiveram início em 2014. Entre os motivos do atraso das obras, o rompimento de contrato com a empresa licitada, em 2015, e a necessidade de novo processo licitatório, com reinício em janeiro de 2016. A obra (primeira e segunda fases), com área construída estimada em 7 mil m2, tem recursos da ordem de 15 milhões de reais, destinados pelo Ministério da Educação (MEC). Estima-se a sua conclusão no segundo semestre de 2018.

Voltar