Atividades dos docentes do IFSP: quantidade máxima de aulas

01/08/2014 12:21
Na Resolução que trata da distribuição das atividades para os docentes do IFSP, uma das variáveis a ser analisada é "a quantidade máxima de aulas". A minha ideia é debater diversas variáveis dessa resolução e não apenas quantidade de aulas, como foi alertado pelo Prof. Dezotti.

Eu irei apresentar, nesse texto, apenas alguns dados sobre a quantidade máxima de aulas, sem fazer uma análise critica. 

Na Resolução 270, vigente no IFSP, o tempo máximo de aulas é de 17 horas. Este tempo corresponde a 20 aulas de 50 minutos ou 22 aulas de 45 minutos.

Em nossa última greve (e, conforme decisão em assembléia, ainda estamos em estado de greve!), uma das reivindicações do SINASEFE/SP era a redução imediata dessa quantidade para o máximo de 18 aulas. Ou seja, a proposta do SINASEFE/SP era reduzir de 22 ou 20 para 18 aulas imediatamente.

Outra proposta da pauta de reivindicações do SINASEFE era a criação de um plano de redução da carga de trabalho do professor em sala de aula, visando reduzir para 12 aulas semanais em um prazo de 5 anos.

Na atual proposta de Resolução apresentada por meio de duas minutas (Minuta A e Minuta B), o tempo máximo de aula é de 16 horas, correspondendo a um teto de 19 aulas de 50 minutos e de 21 aula de 45 minutos.

Fazendo uma comparação para aulas de 45 minutos:
- Resolução 270: 22 aulas;
- Proposta do Sinasefe/SP: 18 aulas (e redução para 12 aulas para 2020);
- Minuta da nova Resolução: 21 aulas.

Forte abraço
Voltar